Banco de sangue regional sofre com a baixa de estoque

Durante todo o dia de hoje (29), o Hemocentro Regional de Campos coletou apenas oito bolsas de sangue, número insuficiente para atender às demandas de pacientes com cirurgias eletivas agendadas. As poucas unidades no estoque do banco de sangue estão sendo reservadas para atender casos de emergência. A situação é crítica e preocupante e, apesar dos apelos frequentes feitos à população, pouca gente tem comparecido à unidade coletora de sangue.

“Nas últimas quatro semanas, as doações feitas diretamente no hemocentro estão muito baixas”, lamenta a diretora da unidade, Sandra Chalhoub. Segundo ela, as reservas para atender as emergências estão sendo obtidas através da Unidade Móvel de Coleta de Sangue. “Ontem (28), a unidade móvel esteve na Praça São Salvador e conseguiu coletar 18 bolsas de sangue”, disse Sandra.

Para se ter uma ideia da gravidade da situação, o hemocentro precisaria coletar, regularmente, 70 bolsas de sangue por dia para atender às demandas do Hospital Ferreira Machado e de outras unidades hospitalares de Campos e cidades vizinhas.

Assim como acontece em períodos de festas de fim de ano e férias de verão, quando o número de doações tende a cair consideravelmente, Sandra Chalhoub credita a queda registrada agora ao fato de as pessoas estarem sendo imunizadas contra a gripe, em virtude da proximidade do inverno, o que as impede de doar sangue por um determinado período.

Nesta quinta-feira (30), lembra Chalhoub, a Unidade Móvel de Coleta de Sangue estará em São João da Barra, na praça principal, das 8h às 15h. “Contamos com o apoio da população sanjoanense”, diz ela.

Fonte: ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: