A política enquanto a bola rola I

Opinião:

Muito chororô com relação à presença de pré-candidatos a deputado em comemoração a jogos.

Realmente não há necessidade de subir em trio elétrico como também o cidadão, ainda que candidato, tem o direito constitucional de andar nas vias públicas da cidade.

Não precisa subir em trio, mas se não pediu voto existem duas coisas que podem acontecer: o público ficar indiferente ou o cidadão ser vaiado.

Se for vaiado fica a lição de que ele não deveria nem ter saído de casa. Se a seleção ganhar a Copa fica tudo 0x0. Se perder provavelmente será lembrado para ser chamado de pé frio.

Pelo visto o pré-candidato não está obrigado a ficar enclausurado até a data da eleição.

A paixão e o ódio não são os melhores remédios nesse momento.

De sua opinião